post_01
4

SEGURANÇA PATRIMONIAL

É muito importante conhecermos o conceito de segurança para podermos desenvolver ações preventivas. A palavra segurança tem sua origem do latim “securitas” – medidas destinadas a garantir a integridade de pessoas, bens e instituições. É a integração de medidas e normas, com adequações físicas, agregadas ao profissional especializado e a alta tecnologia.

 

O maior desafio da segurança é antever e dar soluções para as situações de perigo. Não se pode esquecer que a responsabilidade pela segurança do sistema é de TODOS.

 

Qual a maior arma utilizada pelos bandidos? É O FATOR SUPRESA! Por isso, a melhor maneira de evitar um sinistro é fazer um trabalho de PREVENÇÃO. Neste trabalho devem ser analisados os riscos pessoais e das instalações físicas. De posse dessas informações deve-se elaborar um Plano de Segurança, que pode ser dividido em três etapas:

 

1ª PLANO FÍSICO – é a analise criteriosa das instalações físicas onde se deve adequá-las visando dificultar o acesso evitando ao máximo a invasão. Ex. Construção de clausuras nas entradas de pedestres e nos acessos à veículos.

Como aliado importante, temos a utilização dos equipamentos eletrônicos, que tem como principal função, auxiliar os funcionários e moradores na vigilância das instalações. Ex.: Controle de Acessos – Sensores de alarmes – Circuito Fechado de Televisão (CFTV)

 

2ª PLANO OPERACIONAL – consiste em procedimentos operacionais com regras especificas para cada integrante do sistema (condômino -moradores – funcionários e usuários), as quais deverão ser aprovadas em assembleia e obedecidas por TODOS.

 

3ª PLANO DE CONTINGÊNCIA – definição das situações críticas, de modo que todos os envolvidos no sistema, durante a concretização do risco possuam um roteiro de ações que devem ser implementadas, visando o restabelecimento da normalidade, tendo em vista que toda situação crítica gera uma urgência.

 

Após a fase de planejamento deve-se dar muita atenção ao treinamento dos funcionários que estarão na operação de todo o sistema e conscientizar os condôminos e moradores, através de palestras, circulares e quadros de avisos, para manterem-se integrados.

 

Em função de suas características , cada condomínio deve estudar o que melhor lhe convém, proporcionando um maior estado de segurança a TODOS.

 

Grupo Berbel

4 Comentários

  1. Foi um prazer imensurável participar do curso de vigilante na Berbel , aprendi muito ! Muito carinho e respeito pelo Rinaldi , Jidija , Luciano , Vioto , Sthefani o instrutores de tiro que são grande instrutores e claro o Elon muita saudades foi ate agora o melhor curso da minha vida ! Obrigada sempre e voltarei pra fazer outros curso . Obrigada !!! Solange turma XVI.

  2. Recomendamos a todos, profissionais extremamente qualificados, adquiri valiosos ensinamentos, Deus os abençoe continuem assim parabéns aluno 1/2015

    Deus seja Louvado !

    • Olá Jairo! Você pode entrar em contato conosco através do formulário, basta preencher com seus dados: grupoberbel.com.br/trabalhe_conosco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *